O que é Saudável

Saudável é:

  • Amamentação por no mínimo 6 meses
  • Respiração exclusivamente nasal
  • Ausência de hábitos bucais (chupeta, dedo, mamadeira, etc)
  • Mastigação bilateral e alternada, com alimentos duros e secos que estimulem a musculatura bucal

Dessa forma seu filho terá os melhores estímulos para um desenvolvimento correto!

Exemplos de desenvolvimento saudável a partir do nascimento:

Distoclusão Fisiológica

Distoclusão Fisiológica

Recém-Nascidos: Apresenta distoclusão fisiológica – a mandíbula é recuada, característica que facilita o nascimento dos bebês em partos naturais.
Correção da Distoclusão

Correção da Distoclusão

Bebês amamentados até os 6 meses: Com o trabalho de “ordenha” realizado durante a amamentação, ocorre o início de correção do posicionamento das arcadas. A amamentação por esse período também estimula a respiração nasal e vedamento labial.ais.
Ausência de Desgaste Natural

Ausência de Desgaste Natural

Crianças de 2 a 3 anos: A criança apresenta dentes com cúspides altas, movimento mandibular ântero-posterior, sem abrasão (sem desgastes), sem diastemas (espaço entre os dentes). É importante que a alimentação ofereça estímulo para o desenvolvimento e maturação das arcadas dentárias.
Desgastes Naturais

Desgastes Naturais

Crianças de 4 a 5 anos: Amadurecimento da dentição decídua, movimento mandibular de lateralidade. Os caninos já iniciaram o processo de desgaste, dando sinais de que a mastigação é efetiva.
Desgastes e Início de Espaço Entre os Dentes

Desgastes e Início de Espaço Entre os Dentes

Crianças aos 6 anos: Com essa idade, a dentição decídua deveria apresentar dentes com cúspides baixas, com abrasão (com desgastes), com vários diastemas (espaço entre os dentes), movimento mandibular de lateralidade e ântero-posterior (amplos). Iniciam-se as trocas dentárias e com esse desenvolvimento os dentes permanentes não terão problemas para erupcionarem.
Exemplo de evolução adequada da dentição
Evolução adequada da dentição

A análise das arcadas não pode ser apenas na forma estática de oclusão.

Devem ser levados em consideração os movimentos funcionais de lateralidade, como no exemplo abaixo.

Observação da maturação da dentição decídua:

(Fotos cedidas por Dra. Maria Isaura Buelau)
(Fotos cedidas por Dra. Maria Isaura Buelau)

Ao avaliarmos se o desenvolvimento está dentro da fisiologia, devemos observar os dentes em função. Dessa forma, o ideal seria observarmos função em grupo no lado de trabalho e um leve resvalo no lado de balanceio.

Os desgastes dos dentes revelam uma função mastigatória eficiente e o espaço entre os dentes, o adequado desenvolvimento ósseo das arcadas dentárias.

Abaixo exemplos de desenvolvimento patológico (crianças com problemas em sua dentição):

3 anos – atresia maxilar | 6 anos – sem desgastes e sem diastemas

3 anos – atresia maxilar

6 anos – sem desgastes e sem diastemas

 

 

Caninos sem Desgaste

 

o-que-e-saudavelII

Irrupção de dentes permanentes sem esfoliação do dente de leite

Amamentação

Amamentação Natural

Amamentação Natural

Ao nascer, um filho já solicita todos os nossos cuidados, e o primeiro deles é em relação à amamentação. Segundo a Organização Mundial da Saúde, o aleitamento materno deve ser exclusivo por pelo menos 6 meses. Com isso você estará garantindo ao seu filho a nutrição adequada, protegendo a criança de doenças alérgicas e infecciosas, criando um vínculo afetivo importante e melhor equilíbrio emocional.
Promove ainda melhor desenvolvimento neuro-psicomotor e cognitivo.
Criança Feliz com Amamentação Natural

Criança Feliz com Amamentação Natural

 

A amamentação gera o hábito correto de respiração nasal: o ar é aquecido, filtrado e umidificado diminuindo os riscos de doenças alérgicas e respiratórias. Como consequência ocorre melhora do padrão cardio-respiratório. O estímulo simultâneo que é dado às articulações (ATM’s) durante a amamentação promove ainda o avanço da mandíbula (iniciando o processo de correção da distoclusão fisiológica), fortalece a musculatura da face e da boca do bebê, prevenindo futuros problemas na fala e na oclusão dos dentes.

A amamentação é considerada preventiva da má oclusão. É a 1ª fase da mastigação, pois envolve os músculos que irão atuar na função mastigatória.

Por outro lado, a amamentação artificial (mamadeira), estimula posicionamento de língua incorreto e trabalha músculos que podem levar a atresia maxilar. Além disso, existem estudos que acreditam que o leite de vaca utilizado no aleitamento artificial é responsável pela maior gravidade e frequência de doenças alérgicas, contribuindo para o problema da respiração bucal!

O leite de vaca possui proteínas mais pesadas que as proteínas do leite materno.
Funcionam como um estímulo imunogênico e como resposta, teremos: hipertrofia dos tecidos linfáticos (adenóides), aumento de anticorpos circulantes (alergias) e aumento de secreção (muco).

Leia mais sobre Amamentação
Leia mais sobre Amamentação em RNO

Respiração Nasal

Respirador Nasal

Respirador Nasal

 

Crescer de forma saudável é desenvolver-se de maneira equilibrada, aproveitando os estímulos fisiológicos. O natural e o correto é a respiração NASAL.

O ar é o principal combustível para o corpo e deveria seguir o seu curso natural. Ao entrar pelas narinas ele é filtrado, aquecido e umidificado, todo esse processo protege o sistema das impurezas, favorece a oxigenação dos tecidos e melhora a qualidade de vida da pessoa.

O estímulo correto da respiração se reflete também no desenvolvimento dos seios paranasais, das arcadas dentárias e no crescimento harmonioso da face.

Respiração bucal é estímulo patológico!
 foto08_600
Leia mais sobre Respiração Bucal
Leia mais sobre Respiração Bucal em RNO

Mastigação

 

É necessário que haja uma transição alimentar entre a amamentação e a mastigação efetiva de alimentos duros e secos.

Fase 1: Pastosa

Fase 1: Pastosa

Aos 6 meses: – início de alimentação pastosa como: sopinhas de legumes amassados e frutas raspadas.

Fase 2: Pedaçuda

Fase 2: Pedaçuda

Entre 8 e 9 meses: – Entram os semi-sólidos, alimentos cozidos e em pedaços.

Fase 3: Mastigação Efetiva

Fase 3: Mastigação Efetiva

Por volta de 12 meses: – Entram os sólidos e a criança já deve ser capaz de mastigar arroz, bolacha, carnes, saladas e frutas.

A introdução de alimentos duros e mais secos irá necessitar de esforço muscular o que contribuirá para o perfeito desenvolvimento da fala e dos ossos da face da criança.
É um momento que requer muita paciência, pois as crianças cospem, engasgam, fazem caretas. Muitas mães pensam que é uma rejeição da criança ao alimento, mas é apenas uma adaptação às novas texturas e novos sabores.

Atualmente com os alimentos refinados e fast foods não há mais necessidade de mastigar. Os alimentos mais macios: hambúrgueres, miojos, bisnaguinhas, pudins, alimentam nutritivamente, mas são responsáveis pela atrofia dos músculos e pela falta de desenvolvimento das arcadas dentárias!

Leia mais sobre alimentação e mastigação